terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Resenha | A Espada do Verão, de Rick Riordan

Magnus Chase e os Deuses de Asgard - A Espada do Verão
Rick Riordan, 448 páginas
Publicado pela Editora Intrínseca em, 2015
4 estrelas
Obra cedida para resenha em parceria com a Editora Intrínseca
Às vezes é necessário morrer para começar uma nova vida...
A vida de Magnus Chase nunca foi fácil. Desde a morte da mãe em um acidente misterioso, ele tem vivido nas ruas de Boston, lutando para sobreviver e ficar fora das vistas de policiais e assistentes sociais. Até que um dia ele reencontra tio Randolph - um homem que ele mal conhece e de quem a mãe o mandara manter distância. Randolph é perigoso, mas revela um segredo improvável: Magnus é filho de um deus nórdico.
As lendas vikings são reais. Os deuses de Asgard estão se preparando para a guerra. Trolls, gigantes e outros monstros horripilantes estão se unindo para o Ragnarök, o Juízo Final. Para impedir o fim do mundo Magnus deve ir em uma importante jornada até encontrar uma poderosa arma perdida há mais de mil anos. A espada do verão é o primeiro livro de Magnus Chase e os deuses de Asgard, a nova trilogia de Rick Riordan, agora sobre mitologia nórdica.

No primeiro volume da trilogia Magnus Chase e os Deuses de Asgard, A Espada do Verão, conhecemos Magnus Chase, um garoto de 16 anos, que se torna órfão após a morte de sua mãe e que vive sozinho nas ruas de Boston, juntamente com dois amigos mendigos,  Blitz e Heart. Depois de anos sem encontrar ninguém conhecido, ele descobre que seu tio Randolph está atrás dele juntamente com sua prima, Annabeth. Mesmo com receio pelo vários avisos que sua mãe havia lhe dado em relação ao seu tio e a não se encontrar com ele, Magnus resolve se encontrar com ele e resolver todas as questões associadas á sua vida. 

Magnus descobre que além de Randolph e Annabeth, tinha outras pessoas atrás dele e querendo matá-lo. Mas acaba que ele não consegue se salvar dessas pessoas e acaba morrendo tragicamente. Após morrer, ele vai para outro lugar bem distante, chamado Valhada, um lugar onde os heróis que são mortos empulhando por espadas em campo de batalhas. Neste lugar ele descobre que é filho de um deus, o Deus da primavera, do sol, da chuva, da abundância, da colheita, da fertilidade, chamado Frey. Magnus também descobre que terá que encontrar um objeto muito precioso, na qual é o causador de tantas pessoas quererem matar ele, A Espada do Verão.

Para esta grande aventura cheios de perigos e segredos escondidos, ele terá a ajuda dos dois mendigos, Blitz e Heart (que aliás é muito mais do que meros mendigos), e também encontrará uma Valquíria, filha do Loki e a responsável por levar Magnus para Valhada, a "doce" Samirah. Juntos eles vão a procura da Espada do Verão e impedir que Surt corte a corda do lobo Fenrir. No decorrer da aventura e da missão, eles conhecem Thor, um apaixonado por séries e que diferente de um verdadeiro deus, ao invés de se preocupar com a grande "bomba" que pode soltar e matar todos, ele está preocupado quando sairá os próximos episódios das séries (tamo junto, Thor). Além de Thor, também serão apresentados O grande deus Odin e o sarcástico e maravilhoso, Loki.
Em "A espada do verão" somos apresentados a mitologia nórdica que está ligada as Valquírias, os deuses Thor, Loki, Odin e Frey, que vivem em Asgard. Os anões, as bestas, por exemplo, a Fenrir (lobo gigante) e os Elfos, que viviam em florestas e que tinham poderes mágicos. 

Nesta trilogia, o autor renovou bastante. Diferentemente da mitologia grega e romana, esta obra está relacionada a mitologia nórdica, onde não tem nenhuma relação com as outras mitologias. Mesmo assim, o autor colocou a mesma essência de suas obras, nessa, como a queridinha Annabeth, namorada de Percy e prima de Magnus. Diferente de Percy Jackson e os Olimpianos que tem um pequeno teor de romance misturado com ação e mitologia, nessa trilogia, não há nenhum resquício. Mas há uma nova essência não muito descoberta da parte do Riordan, a ironia, o desenvolvimento da fala dos personagens de modo sarcástico e principalmente divertido. No meu ponto de vista, o autor soube desenvolver de uma forma bem interessante a parte de divertir o leitor em quase todos os capítulos. Principalmente as partes que tem a participação de Thor e Loki. 

Mesmo tendo atingido o ponto no divertimento, no meu ponto de vista e para mim, ele não atingiu a parte da ação e da  própria mitologia nórdica. Para quem conhece um pouco que seja da mitologia nórdica, o autor não vai proporcionar nenhum diferenciamento daquilo que já lemos ou ouvimos. Não que a obra seja ruim, mas poderia ter sido melhor e mais profundo. Mas claro, tudo pode acontecer, até porque estou falando do primeiro volume e ainda tem mais dois pela frente, na qual espero realmente que me chame mais atenção na parte da ação e da própria mitologia.
Os personagens em geral são bem cativantes e de personalidade única. Confesso que nas outras obras do autor, na qual o protagonista é o Percy, ele nunca havia me conquistado, mas com essa nova criação do Riordan, o Magnus, a situação foi bem diferente. O protagonista me conquistou e em vários momentos me divertiu. Mas principalmente os destaques do livro para mim foi Loki e O lobo gigante, a Fenrir. O autor deixou a mesma essência do Loki e isso foi maravilhoso. O seu jeito sarcástico e mal não tem como não agradar os leitores e o meu favoritinho do livro foi a Fenrir, o temível lobo gigante que logo na primeira passagem dele, já me conquistou completamente. A Samirah também merece o seu destaque como filha do Loki e pela sua própria personalidade. 

Em todo, o autor soube muito bem desenvolver a história e não cair na mesmice em relação as suas outras obras. Os personagens foram bem construídos e o final foi esplendido, deixando aquele gostinho de quero mais no segundo volume.

A Editora Intrínseca também arrasou na edição com esta capa incrível. As fontes são ótimas para ler e tanto a diagramação como a revisão estão impecáveis como sempre.


26 comentários:

  1. Oi Iris querida! Saudades daqui ^^

    Sabe, quero conhecer o tio Rick este ano, até hoje ele não me chamou a atenção por isso sei que devo conhece-lo para saber o que acho que seus livros ^^

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jooooooi. Minha linda, que saudades de você e do seu cantinho também ^^
      Meu deus, não acredito que você nunca leu nenhum livro do "tio Rick"! Não pode. Tem que conhecer. Se curte o gênero, com certeza irá gostar.
      Beijos e sucesso querida <3

      Excluir
  2. Oi Iris, como vai?
    Conheci agora seu blog e já estou encantada!
    Ah, eu desisti de ler as obras do Riordan depois de ler PJ e Os Olimpianos. Toda essa fórmula que ele usa para escrever e criar suas histórias realmente me desanima. Minha irmã é super fã dele, vive tentando me convencer a dar uma segunda chance pro autor, mas não consigo, hehe.
    Adorei a sua resenha! Mas pelo que vi, é aquela velha fórmula dele, apenas mudando a mitologia trabalhada :/

    Um grande beijo!
    http://winterbird.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Jéssica. Fico muito feliz que tenha gostado do meu blog. E entendo o seu desanimo. Realmente a formula do autor em criar suas obras e histórias não muda. Eu curto as histórias e realmente entretém. Mas, para quem conhece mitologia e este universo, não vai encontrar nada de novo, infelizmente.
      Beijos e sucesso!

      Excluir
  3. Olá, Iris! Tudo bem?
    Puxa, quando tempo não passo aqui no seu blog, né bicha besta? HUAHAUAHUA, valha, nem sabia que gostava do Rick e eu nem sabia que esse livro tinha lançado! HUAHAUAHUAH, bom, gostei de saber que o autor te fez ser conquistada pelo protagonista, acho que nunca me encantei por nenhum personagem dele, sabe? Gostava, mas não era lá aquela coisa toda. Depois de ler a sua resenha percebi que preciso ler o mais rápido possível este livro que pretende ser muito bom :)
    Carpe diem,
    http://www.entreutopias.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, bicho besta do meu nojo! :p
      Realmente em filho, tinha morrido era? Mas enfim, eu perdoo. Além de sumido não anda sabendo de nada (senhoooor). Mas enfim, também nunca me encantei por nenhum personagem dele, mas, o Magnus, foi bem interessante conhecer. Espero que tenha a oportunidade de conhecer a obra. É bem bacana mesmo!

      Excluir
  4. Oi, tudo bem?
    Gostei do fato do autor ter inovado com o mitologia nórdica, mas confesso que não sabia da existência dela. Fico feliz que curtiu o livro e os personagens, mas não me interesso muito pelos livros. Mas é uma ótima dica para quem curte.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, Iris! Tudo bem?
    Estou um pouco curiosa para ler este livro. Já li os primeiros cinco livros do Riordan sobre Percy Jackson, mas ainda falta ler Os Heróis do Olimpo. Depois disso, com certeza lerei este livro. Eu, particularmente, não gosto muito da Annabeth, então o fato de ter ela neste livro já me decepcionou um pouco. Mas ainda assim, me esforçarei para lê-lo! Beijos! ^-^

    ResponderExcluir
  6. Oieeee
    Tudo bom?
    Juro que já tentei ler as obras desse autor, mas a escrita e a temática delr de me atraem, mas mesmo com sua ótima resenha, vou deixar passar a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Linda!
    Que bom que você gostou! Eu particularmente não me empolgo muito com os livros de Riordan e vi várias resenhas comparando esse livro com Percy.
    Gostei das sua impressões, mas não me empolguei!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  8. Nunca li nada do Riordan, até porque não curtia muito as mitologias já trabalhadas por ele, então, desde que vi esse lançamento na página da Intrínseca me bateu aquela vontade de ler sabe? Eu sou uma alucinada em mitologia nórdica, já li muito edas e poemas runicos e etc, então fiquei muito curiosa para saber como ele resolveu trabalhar essa mitologia tão rica, mas confesso que fique meio assim, assim... por ser um livro voltado para os adolescentes né? E eu não curto mt algumas coisinhas com adolescentes... Então não sei ainda se vou ler.

    PS: Alguém mais notou que o rapaz da capa é a cara do Kurt Cobain, do Nirvana?

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  9. Li apenas um livro do Riordan, o primeiro da serie do Percy e não curti a história, mesmo apreciando a escrita dele. Acho que este livro aqui seria uma boa sugestão para eu ler outra coisa do autor e talvez, rever minha opinião inicial. Espero conferir em breve!!!
    beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá! Parabéns pela resenha, está linda! Sempre tive vontade de ler os livros do Rick Riordan, e fiquei muito interessada nesse, que aborda a mitologia nórdica. Achei interessante o fato dele ser mais irônico nesse livro, acho isso muito legal, porque foge da mesmice, gostei bastante, beijos!

    Entre Livros e Pergaminhos

    ResponderExcluir
  11. Olá, sabe que eu não tenho nenhuma vontade de ler os livros do autor? nunca me interessei nas outras séries dele, acho que pelo gênero que não estou acostumada e que não me cativa. Mas a sua resenha está ótima e o livro parece uma boa pedida para todos que curtem.

    Beijos

    www.oteoremadaleitura.com

    ResponderExcluir
  12. Amiga normalmente os primeiros livros de uma série é apenas uma introdução do que virá pela frente nos próximos volumes e é por conta disso que tu deve ter estranhado um pouco, porque nunca é mesmo o que esperamos. Alguns autores nos surpreendem e outros deixam para fazer isso depois que é o caso do Rick Riordan. Eu comecei a ler o primeiro livro do Percy Jackson a um tempo atrás e li e adorei, mas parei na metade e não terminei. Pretendo fazer a leitura da série toda assim que puder esse ano, porque quero eliminar alguns livros da estante sabe? Mas tipo, eu tenho esse também aqui e quero muito ler porque gostei da sinopse, mas não sei ainda o que esperar e por isso nem estou com muitas expectativas para não me decepcionar, mas espero que eu goste, porque gosto de uma boa fantasia com aventura e espero que o livro me surpreenda positivamente. Mas vamos ver né?

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/02/resenha-confucio-as-licoes-do-mestre.html

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Confesso que me proibi de ler qualquer coisa do Rick Riordan depois de Percy Jackson. Eu tentei ler Heróis do Olimpo e odiei. Eu acho que falta criatividade nele e os temas estão muito batidos. Claro que não critico a qualidade da escrita, mas sinto que pra mim já deu. Sei que essa obra é diferenciada, eu amo mitologia nórdica, amo personagens ironicos, mas sinto que não da Não tenho empatia sabe? Haha mesmo você elogiando. :( Anyway, parabéns pela ótima resenha! :)

    ResponderExcluir
  14. Eu sou suspeitíssima, pois simplesmente amo mitologia de todo tipo, inclusive mitologia nórdica. Acho essas histórias vikings simplesmente fascinantes. Adorei a premissa do livro, não o conheica, mas já estou doida para lê-lo. A capa está fantástica. Comprarei o livro, certamente, pois, depois que eu ler, darei-o ao meu sobrinho, que também adora essas histórias. Ótima dica!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  15. Oie. Olha, não faz muito meu gosto este estilo de fantasia, na verdade não gosto de mitologia e por isto não curto este Magnus, mas é legal ver o que as pessoas pensam sobre as obras, já que depois a gente pode indicar a obra para alguém que curte. Mas você foi a segunda pessoa que falou sobre a questão de este não ter sido uma história completa, até li isto em outra resenha também. O bom é que sempre tem mais para aproveitar!

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  16. Eu li algumas resenhas dizendo que a fórmula de história/personagens é a mesma, só muda a mitologia, daí fiquei meio assim né, pois só li a série Percy Jackson do autor. Mas agora lendo uma opinião diferente e mais positiva fiquei curiosa para ler, pois adoro mitologias em geral, ainda mais a nórdica que li poucas obras com o tema.
    beijos
    www.apenasumvicio.com.br

    ResponderExcluir
  17. Olá!

    Olha, eu achava que já tinha dado de Rick Riordan pra mim e eu não pensava em dar uma chance a Magnus Chase, mas pelo o que você relatou parece ter uma formula nova ai. Algo diferente e me chamou a atenção, sem contar que achei muito engraçado Thor n ser o deus todo poderoso e sério, sendo um viciado em series como qualquer outro mortal kkkk e fiquei curiosa para conhecer Frey e Loki.
    Única coisa que acho meio chato é Riordan ficar unindo todos os universos de seus livros, acho que isso não devia acontecer... Mas se ele gosta, quem sou eu ora discutir ne?
    Graças a você acho que darei uma chance a esse livro kkkk

    Beijinhos!

    www.cantinhocult.com

    ResponderExcluir
  18. OIiie,

    Preciso relatar que a capa é magnifica, achei liiiiiiiiiiiiinda. Adoro livros que tenha essa pega de deuses, coisas de mitologia, isso me encanta. Espero mesmo logo poder ler esse livro. Estou com a série Percy Jackson para ler, e logo depois quero ler esse. Amei

    Bjs

    Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
  19. Nunca fui fã de mitologia até conhecer a série Percy Jackson, quando soube que Rick Riordan iria lançar está nova série fiquei muito animada , infelizmente ainda não tive a oportunidade de ler , gostei muito da forma que desenvolveu sua resenha de maneira simples mais expondo aquilo que é necessário , fiquei ainda mais curiosa para ler o livro

    ResponderExcluir
  20. Olá... tudo bem??
    Claro que curti demais a sua resenha... fiquei completamente maravilhada com este enredo... ultimamente tenho tido uma paixonite pela cultura nórdica, então é claro que quero me aventurar nessa história... talvez desta vez eu consiga ler algo do autor... já que a saga do Percy Jackson não me atraiu como eu achava que fosse atrair... de qualquer forma, me senti bem contagiada pela história... Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oi!!
    Adorooo os livros do Rick Riordan..tirando a serie Pirâmide Vermelha que é bem chatinha mesmo...tô louca pra ler essa nova serie e ver o que esperar dela..quero conhecer um pouquinho mais do Magnus e essa nova aventura..vi que algumas pessoas estavam reclamado pq a premissa é bem parecida com a primeira serie dele..mas tem que ser né já que a temática é bem parecida ;)
    Talvez nos próximos livros o autor se aprofunde mais na mitologia nórdica,já que esse livro é mais uma apresentação..tô bem empolgada pra ler porque não sei muita coisa sobre os nórdicos então pra mim vai ser bem surpreendente!! E sem comentários pra essa capa..amooo todas ^^

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/02/resenha-um-beijo-inesquecivel-julia.html

    ResponderExcluir
  22. Oiii
    Não desista da série, os primeiros são sempre uma introdução do que está por vir.
    Eu adorei saber que esse livro é comparado a Percy.
    Pois eu amei a série.
    Obrigada pela resenha, ela me mostrou os pontos positivos e negativos.
    Espero ter a oportunidade de ler esse livro esse ano.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  23. Olá, tudo bom?
    Rick Riordan está na minha lista de autores queridos, fato. Sou maluca pela escrita dele, é sensacional como ele desenvolve suas estórias. Mal posso esperar para ler mais uma série que promete. A edição está maravilhosa ♥ Adorei sua resenha!!!

    Beijos, Rob

    ResponderExcluir

Arquivo do Blog

Visualizações