terça-feira, 27 de outubro de 2015

Personagens incríveis em "Toda luz que não podemos ver"




Olá, leitores. Como estão? Espero qu
e estejam bem! Nessa terça-feira, eu trago a segunda postagem da semana especial do livro “Toda luz que não podemos ver” do autor Anthony Doerr. E dessa vez, será para mostrar os personagens que mais me cativaram e conquistaram o meu coração.

Esta não é uma tarefa nada fácil, porque todos são personagens bem construídos mesmo sendo personagens simples e singelos.  Por isso, irei citar apenas três e sim, por incrível por pareça são todos homens. Por quê? Porque são personagens que realmente me deixaram boba de amores e me cativaram bastante. Mas lembrando que todos me cativaram e que carregarei para sempre no meu coração. E vamos aos personagens <3

Werner Pfennig

Werner é um garoto órfão, que mora com a irmã Jutta e com outras crianças no orfanato. Por ser um garoto bem curioso, como qualquer um na sua idade, ele descobre um rádio quebrado e ao pegá-lo começa a desmontá-lo e depois de muito esforço, ele consegue consertar. Com  isso, ele começa a querer consertar rádios como ninguém. Mas como todo garoto, ao completar 15 anos, ele teria que trabalhar nas minas e ver o seu sonho sendo destruído. Mas então, aparece um homem muito importante e ao ver a capacidade do rapaz, o homem decide inscrever ele para estudar e servir ao governo.

Werner é um personagem simples e pensei que seria um daqueles que não teria o seu destaque. Mas ao contrário, é um personagem cativante, e é doloroso ver toda a sua situação e das pessoas que ele ama. Principalmente por se passar na visão de um simples garoto.

Pai da Marie-Laure

Outro personagem que me cativou muito foi o pai da Marie-Laure. Ele é chaveiro responsável por cuidar de várias fechaduras. Quando a sua filha fica cega, ele cria uma maquete do bairro para que ela não se perca e que seja capaz de memorizar o caminho. Quando os nazistas ocupam Paris, eles vão embora para a cidade Saint-Malo, morar com o seu tio-avó.

Personagens que são pais, sempre me conquistam, e o pai da Marie-Laure não poderia ser ao contrário. É louvável e emocionante ver todo o esforço e amor que ele dá para ela. E principalmente ver o desespero dele de proteger a sua pequena filha, me cativou ainda mais. Foi o personagem sem sombra de dúvidas que mais me emocionou.

Tio-avó da Marie Laure

O tio-avó da Marie-Laure foi o último que eu citei, mas foi o que mais me cativou. Mesmo aparecendo poucas vezes e não sabermos tanto desse personagem, o que eu sei sobre ele, me cativaram como qualquer outro personagem ou protagonista do livro. Não irei falar sobre ele, pois estaria entregando a parte mais cativante e triste da história. Mas é um senhor que tem grandes traumas na vida. Principalmente por ter vivido mais tempo e por ter passado por muito mais coisas e perdas...

Espero que tenham gostado das minhas escolhas, amores. E para quem não leu, espero que leia porque vale muito à pena conhecer e se cativar por esta obra. Em breve, estarei trazendo novidades para você em relação a esta obra.

Beijos e até a próxima!

*Para conferir a primeira postagem da semana especial, clique aqui
*Para conferir a resenha da obra "Toda luz que não podemos ver", clique aqui

13 comentários:

  1. Nossa, estou MUITO ansiosa para ler este livro! Adoro a temática do nazismo e gostei do título, da proposta... Vou dar uma olhada nos outros posts para me inteirar mais na obra. Beijos!
    http://virtualcheckin.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lívia. Realmente, é uma obra incrível e somos duas amantes sobre o nazismo. Espero muito que leia e me conte sobre o que achou! <3
      Beijos.

      Excluir
  2. Oiie
    Que legal saber mais sobre os personagens pois estou muito curiosa pela leitura por ter visto tantos elogios e tudo mais, parece ser muuuito bom, adorei o post

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oii,
    Que bacana o seu post, dedicado a personagens do livro.
    Esse livro eu ainda não li, mas quem sabe em breve.

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Oiii, que fofo teu blog < adorei a cor haha
    Achei bem diferente e criativo fazer um post sobre os personagens! Adorei!
    Beijos (quero ler esse livro haha)

    ResponderExcluir
  5. Ola lindona adorei conhecer um pouco mais sobre os personagens do livro, estou doida para ler, o pai da menina que sensibilidade em construir a maquete para ela. Parabéns pela postagem. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  6. Olá Irisvanda.
    Os personagens parecem ser bem cativantes mesmo.
    Só este post me deixou curiosa para ler o livro hahaha.

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?

    Estou muito interessada neste livro. Acho a capa linda e simplesmente amei a premissa. E ver você falando destes personagens só fiquei com mais vontade de conhece-los em breve. Adorei o post.

    beijos

    http://www.livrosfilmeseencantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. O personagem que mais me cativou, pela sua descrição, foi o pai. Que amor ele construir a maquete do bairro para a filha cega. E com essa atitude, pude fazer uma relação com o título do livro. A luz que não podemos ver seria, então, o amor?!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Só eu que estou curiosa sobre esse livro? Sério pensei que não valeria a pena, mas depois de algumas quotes e trechos que li online fiquei super curiosa.
    Gostei do Werner.
    http://k-secretmagic.blogspot.com/
    Xoxo

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?

    Quero taaaaanto ler esse livro. Só o título já me faz querer tê-lo na estante, e a história parece muito sensível e inspiradora! Não era você que estava fazendo um sorteio desse livro? Ou estou confundindo?
    Mas, enfim, gostei de saber sobre os personagens, acho que é uma ótima maneira de entender, também, a narrativa.

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Recentemente vi em um blog os livros mais vendido e não é a toa que um livro com uma temática tão pesada e personagens tão incríveis esteja entre os 10 mais vendidos de ficcção!
    Parabéns pelo destaque a eles!

    bjos

    ResponderExcluir
  12. Eu estou namorando esse livro desde que fiquei sabendo sobre seu lançamento e quero, desesperadamente, comprá-lo na Black Friday, hahah. O principal ponto que me fez desejar esse livro foi o fato de ele se ambientar na Alemanha. Toda essa história de domínio nazista e Segunda Grande Guerra sempre me chamaram a atenção. Na época, foi um acontecimento horroroso, sim, mas agora que, graças a Deus, tudo acabou, me encanto ao ler ficções sobre o fato histórico. Adorei a sua publicação e fiquei louca de curiosidade para conhecer o Werner. ♥

    Beijos,
    Fernanda F. Goulart,
    Império Imaginário.

    ResponderExcluir

Arquivo do Blog

Visualizações