sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Resenha - Psicose - Robert Bloch

Psicose

Capa dura: 256 páginas
Autor: Robert Bloch
Editora: Darkside
Idioma: Português




[Acervo Pessoal] 
Livro que deu origem ao mais famoso filme de suspense de todos os tempos. Psicose conta a história de Mary Crane, que foge após roubar o dinheiro que foi confiado a ela depositar num banco. Ela então vai parar no Bates Motel, cujo proprietário é Norman Bates, um homem atormentado por sua mãe controladora. Belo suspense, de tirar o fôlego!
Que tal hoje fugirmos um pouco dos romances, distopias, fantasias e nos aventurarmos num excelente suspense e terror? Só digo uma palavra: Psicose. Acredito que muitos de vocês já assistiram ao filme, mas nada como um bom livro para matar os velhos tempos! A história Psicose do autor Robert Bloch, publicado originalmente em 1959, foi inspirado no caso do assassino de Wisconsin, Ed Gein, o homem que assim como o protagonista Norman Bates, era um homem solitário, cresceu sob enorme influência da mãe que o fazia acreditar que as mulheres eram instrumentos do diabo...ui. Ele realmente era um homem de mente bem doentia, tinha prazer em matar e esfolou vários cadáveres. Mas sua grande fixação era a genitália feminina... Macabro não? Sendo assim Robert Bloch cria uma história assustadora e por que não dizer fascinante Mas o que faria você caro leitor a ler um livro que já foi filmado e que te assombrou tanto tempo quando você ia tomar banho? Bem eu diria sem sombras de dúvidas o modo espetacular como Bloch consegue passar aos seus leitores uma mente fria e doentia. Imagine você conseguir colocar no papel detalhes de uma mente perturbada, em tão poucas páginas. Sinceramente é um livro a ser devorado, onde o leitor vai seguir em ritmo desvairado tentando descobrir quantas mais mortes e sangue vão ter.

A história em si, se passa quase que totalmente em um pequeno hotel na beira de estrada chamada Motel Bates. Norman Bates é quem dirige o pequeno hotel, um homem com uma mente doentia e perversa, que vive a sombra de sua mãe controladora chamada Norma Bates.  A história começa a ganhar forma quando uma jovem secretária, chamada Marion Crane é incumbida, de levar uma soma de 40 mil dólares de seu chefe, dono da imobiliária onde ela trabalha ao banco. Ela vê a oportunidade que tanto queria para enfim saldar as dívidas que seu namorado Sam possuía e por fim poderem casar. Sam mora em outra cidade e ela elabora um plano: roubar, despistar a polícia e correr para os braços do amado. Começa assim a fuga alucinada de Marion, onde fica trocando de carro em cada cidade que passa numa tentativa de encobrir seus rastros. Mas como todo livro de terror a mocinha sempre tem um azar danado né? Numa chuva torrencial, Marion se perde e vai parar no Motel Bates, bem deprimente... Mas um local onde ela poderia parar, comer alguma coisa, e quem sabe com muita sorte tomar um revigorante banho…

Não posso contar mais nada, mas desejo que você leitor se aventure também na cabeça de Norman Bates e assim como eu conheça a narrativa maravilhosa de Robert Bloch. A Editora Darkside está arrasando, suas edições em capa dura são primorosas, artigos de colecionador. Psicose, edição capa dura possui ainda um caderno de fotos do clássico filme do Hitchcock. Uma verdadeira obra prima!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do Blog

Visualizações