sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Resenha: 1808 - Laurentino Gomes



Título: 1808Autor: Laurentino GomesEditora: PlanetaNúmero de páginas: 365Obs: versão pocket
O propósito deste livro, resultado de dez anos de investigação jornalística, é resgatar e contar a história da corte lusitana no Brasil e tentar devolver seus protagonistas à dimensão mais correta possível dos papéis que desempenharam duzentos anos atrás. ‘1808 - Como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a História de Portugal e do Brasil' é o relato sobre um dos principais momentos históricos brasileiros.

Nunca algo semelhante tinha acontecido na história de Portugual ou de qualquer outro país europeu. Em tempos de guerra, reis e rainhas haviam sido destronados ou obrigados a se refugiar em territórios alheios, mas nenhum deles tinha ido tão longe a ponto de cruzar um oceano para viver e reinar do outro lado do mundo. Embora os europeus dominassem colônios imensas em diversos continentes, até aquele momento nenhum rei havia colocado os pés em seus territórios ultramarinos para uma simples visita – muito menos para ali morar e governar. Era, portanto, um acontecimento sem precedentes tanto para os portugueses, que se achavam na condição de órfãos de sua monarquia da noite para o dia, como para os brasileiros, habituados até então a serem tratados como uma simples colônia de Portugal.

Admiração - eu usaria a palavra ‘surpresa’, mas é muito simples. Laurentino conseguiu em ‘1808’ a façanha que professores vêm tentando há anos: explicar e fascinar os leitores em relação a um assunto que agrada a poucos. A leitura é despojada, de fácil entendimento e muitas vezes cômica.
Nas primeiras páginas é feito uma linha do tempo para mostrar acontecimentos importantes que marcaram a época da fuga – fuga essa que é o tema principal do livro. Os primeiros capítulos se baseiam em como e porquê ela aconteceu, o plano, a situação de Portugal entre as potências: Inglaterra e França (de Napoleão) e como foi a partida – diga-se de passagem que às pressas e ao caos.




A viagem e o destino – Salvador, Bahia – também são relatados, assim como a recepção que tiveram e os problemas com as tempestades em alto mar. Laurentino também dá importância ao arquivista real, Luiz Joaquim, encarregado de organizar todos os volumes da biblioteca Real às pressas para a fuga; a correria foi inútil, já que muitas obras sumiram ou foram deixadas para trás.

No exemplar que tenho em casa fiz várias anotações e marcações, já que o livro é uma verdadeira aula, com riqueza de detalhes e acontecimentos – a vida da Corte no Rio de Janeiro, a escravidão, o rombo nos cofres brasileiros e o retorno à Portugal. Personagens marcantes como Napoleão Bonaparte, D. João VI, Carlota Joaquina e Maria I (Maria Louca) são relatados a fundo, de modo que se possa compreender através da personalidade as atitudes que tiveram.




O livro também conta com fotos dos personagens e de quadros pintados na época; uma forma que auxilia no entendimento de como e porquê a Corte deixou Portugal às pressas e escolheu, entre as suas diversas colônias, o Brasil para se refugiar.

Laurentino ainda escreveu 1822 e 1889, ambos contando também partes importantes da história brasileira. A leitura é super válida, principalmente para aqueles que não tem gosto pelo assunto: o modo de escrita não deixa que história se torne algo tedioso. Com todo perdão da palavra, Laurentino #arregaça!!!. 


Beijos,
Thaynara Alves.

16 comentários:

  1. Oie!
    Sempre tive curiosidade de saber como são esses livros do Laurentino, sempre que eu entro numa livraria, lá estão eles logo na entrada! Hahaha!
    Ótima resenha!

    Beijos, Carol. E ah, um Feliz Natal :)
    pequenaleitora.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, flor!
    Adorei ler a sua resenha! Confesso que nunca me interessei por esse livro, mas aprecio quando um autor procura apresentar a história de um modo sério e capaz de ser acolhido por qualquer leitor. :) Vou olhar esse livro mais cuidadosamente quando o encontrar na livraria, haha.

    Beijos, flor!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Eu nunca tive interesse de ler esse livro. Geralmente não leio livros de cunho histórico. Bom saber que o autor conseguiu tornar o tema interessante e a leitura agradável
    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oie, tudo bom?
    Eu amo história e tenho certeza que vou gostar desse livro. Adoro quando os autores pegam esse tipo de temática e a deixam mais acessível aos leitores. Espero ler algo do autor em breve.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Gosto desse tipo de livro porque eles contam a história de uma forma envolvente, bem diferente dos livros didáticos que éramos obrigados a ler... Mas assim como já vi muitos elogios, já vi muitas críticas com relação às obras de Laurentino, portanto quero ler pra tirar minhas próprias conclusões. Tomara que eu goste tanto quanto você!

    PS: tá rolando um sorteio do livro A Garota que Eu Quero, lá no blog! Pra participar é bem simples: basta ser seguidor! Corre lá!

    http://maisumapaginalivros.blogspot.com.br/2014/11/promocao-ano-novo-livro-novo.html

    ResponderExcluir
  6. Oi Thay ^^
    Já faz um tempo que estou de olho nos livros deste autor, mas devido a correria de sempre, acabei não conseguindo procurar informações a respeito de suas obras, então neste momento estou com as mãos erguidas para o céu agradecendo por ter vindo aqui e lido teu post hahahha

    Pelo que pude perceber o livro irá superar minhas expectativas, pois sempre gostei de história, mas meus professores me deixavam confusa e perdida nos fatos. Acho que agora poderei me encontrar kkkkkkk

    beijos

    ResponderExcluir
  7. Oiee ^^
    Sempre tive vontade de ler esse livro, 1899 e 1822, mas nunca consigo criar coragem para comprá-los *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Já conhecia os livros de Laurentino, mas não tinha vontade de lê-los, até ler sua resenha... Agora fiquei extremamente curiosa para lê-lo e conhecer melhor a história pelas palavras dele. Parece ser uma leitura interessante e agradável.
    Parabéns pela resenha!
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Bom, confesso que esse tipo de livro não me chama a atenção de forma alguma, não sou muito fã de história, sabe? Mas a sua resenha fez o livro parecer tão legal que fiquei tentada a ler ele, deve ser uma forma de aprender sobre partes importantes da história brasileira sem ser chato, né? Pelo o que você falou pelo menos o autor explica de forma que a leitura não fique tediosa e quase sempre história é um tédio kkkk Enfim, gostei bastante da dica, espero ter oportunidade de ler esse livro :3

    Beijos :*
    Larissa - http://srtabookaholic.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá...

    Confesso que não entendi muito a resenha e peço perdão pela minha falta de entendimento... o livro não é o meu tipo de leitura e pelo que percebi da leitura... não iria curtir... o tipo de história abordada não é atrativo pra mim... mas que bom que pra você a leitura fluiu bem e você curtiu... Xero!!!!

    ResponderExcluir
  11. Olá Thaynara!
    Confesso que o livro até então não tinha me chamado muito a atenção. Vi muitos elogios quanto a escrita do autor e sobre a forma de contar a história sem parecer um livro de história, isso de fato é interessante. Gostei da resenha.

    Gabriel - http://umpapoentrepaginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Esses livros que contam um pouco da história do Brasil é bem legal. Confesso que não sou de ler livros históricos, mas de vez em quando é bom saber como tudo aconteceu.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. olá,
    Eu tenho a trilogia do Laurentino e por falta de tempo, tanto no trabalho, quanto nas leituras que tenho feito para blogs e colunas ainda não pude ler nem o primeiro, mas é uma das metas deste ano, conseguir ler todos esses livros, que com certeza são interessantíssimos, ainda mais por tratar de história do Brasil, que gosto muito. E sua resenha foi ótima.
    um abraço,

    Antonio Henrique Fernandes
    www.navioerrante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oiee, tudo bem?

    Teve uma época que meu namorado estava doido por essa série o 1822 e o 1808, mas ele acabou desistindo =P Gosto muito de história, então eu leria o livro com certeza, mas não por agora

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  15. Eu realmente amo história e esse livro parece ser perfeito para amantes do gênero, muita história, ilustrações e bastante material para ensinar e matar a curiosidade.
    Tenho alguns livros do autor , mas nunca li nenhum deles , preciso concertar isso .

    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Já vi ótimos comentários a respeito dos livros do Laurentino, que aliais me parece ser um autor maravilhoso, tenho curiosidade em conhecer os livros dele e 1808 me deixou muito interessada, espero gostar quando ler. :)

    Beijos.

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir

Arquivo do Blog

Visualizações