domingo, 16 de novembro de 2014

{Resenha}: Claros Sinais de Loucura - Karen Harrington.



Titulo: Claros Sinais de Loucura.
Numero de Páginas: 254.
Editora Intrínseca
Nota: 
Você nunca conheceu ninguém como Sarah Nelson. Enquanto a maioria dos amigos adora Harry Potter, ela passa o tempo escrevendo cartas para Atticus Finch, o advogado de O sol é para todos. Coleciona palavras-problema em um diário, tem uma planta como melhor amiga e vive tentando achar em si mesma sinais de que está ficando louca. Não é à toa: a mãe tentou afogá-la e ao irmão quando eles tinham apenas dois anos, e desde então mora em uma instituição psiquiátrica. O pai, professor, tornou-se alcoólatra. Fugindo da notoriedade do crime, ele e Sarah já se mudaram de diversas cidades, e a menina jamais se sentiu em casa em nenhuma delas. Com a chegada do verão em que completa doze anos, ela está cada vez mais apreensiva. Sente falta de um pai mais presente e das experiências que não viveu com a mãe, já se acha grande demais para passar as férias na casa dos avós, está preocupada com a árvore genealógica que fará na escola e ansiosa pelo primeiro beijo de língua que ainda não aconteceu. Mas a vida não pode ser só de preocupações, e, entre uma descoberta e outra, Sarah vai perceber que seu verão tem tudo para ser muito mais. Bem como seu futuro.

----------------------------------------------------------------------
Sarah Nelson é uma pré-adolescente prestes a completar 12 anos. Mora com o pai, um homem que é alcoólatra, professor. Seria uma história normal se não fosse pelo fato de sempre pensar que a qualquer momento irá ficar louca. O motivo desta questão é porque quando era criança a mãe tentou afogá-la, uma tentativa de assassinado.

Por causa desta grande tragédia na vida de Sarah e seu pai, eles vivem mudando de lugar sempre que ouvem comentários, pessoas com pena em relação sobre este acidente. Por causa disso, Sarah vive mentindo para a mídia principalmente sobre este passado tão desconhecida e dolorida. Com isso Sarah tornou-se uma garota solidária, pensando que vive uma grande mentira na qual seu maior refúgio é sua planta amiga e seu livro favorito "O Sol é para todos".

Na chegada do verão e também do seu aniversário na qual irá completar 12 anos, época na qual fica mais desanimada pelo fato de ter que ir para escola, vivendo um verão com os seus avós, tentando descobrir se realmente se tornar uma "louca", como a sua mãe. Poderíamos ficar revoltada com ela por chamar sua mãe de tal nome, se não fosse pelo motivo de que sua mãe já tentou matar, afogando Sarah e também matado seu próprio filho, o irmão gêmeo de Sarah. Sua mãe não pode receber visitas de parentes, familiares e também não podem manter contato com ela. O único contato na qual Sarah tem da sua mãe é duas cartas que sua mãe envia para ela á cada ano.

Na escola, seu professor de Inglês, passa uma tarefa para todos: Que escrevessem a mão, sem poluir ou assassinar  a Língua Portuguesa, como gírias ou palavras escritas de modo incorreto como: "vc", ao invés de você. Sarah resolve então escrever para Atticus Finch, advogado na qual é personagem do clássico "O Sol é para todos".

Com essas cartas descobrimos os sentimentos mais pavorosos e tristes da querida personagem Sarah Nelson.

Claros Sinais de Loucura foi uma das leituras mais gratificantes nesse ano e quem sabe uma das melhores leituras que já me proporcionei a ter. Uma leitura que me intrigou, me emocionou e principalmente me cativou.
Um livro velho que é mais como um amigo e de alguma forma se torna novo a cada vez que abro suas páginas. (pág. 251) 
A escrita da autora é suave, fluída e rápida. Deixando totalmente aberta á imaginações. O livro começa nos conquistando através da protagonista - Sarah Nelson. Uma garota que passa por várias situações na qual a maioria das crianças não seriam capazes de aguentar. A pequena Sarah, não me conquistou apenas pela sua força, mas sim pela sua inteligencia, sabedoria e mesmo tendo apenas 12 anos, mostra maduridade maior que a do próprio pai.

Impossível não sentir uma conexão com a Sarah. Pensamentos pensados por ela, na qual eu mesma já me senti assim criou um elo muito mais maior. Situações pequenas, cotidianas, de um modo transparente, simples principalmente para alguém que teve um passado tão dramático como ela teve.

Poderia citar várias questões na qual o livro me conquistou, como: os personagens, principalmente conhecer outras obras maravilhosas como "O Sol é para todos", que tem bastante influencia neste livro, que tornou ele tão sensacional para mim.

É uma leitura bem reflexiva, momentos que eu acredito que qualquer pessoa pode passar, mesmo as situações mais simples como a Sarah as vezes passa no decorrer do livro.

O livro Claros Sinais de Loucura é um livro simples, mas que traz grande conteúdo dentro de si. É uma leitura que está mais que recomendado para todos. Um livro que é uma grande lição de vida para todos. Uma leitura para ler de alma e coração, esquecendo das imperfeições marcantes da personagens que me conquistou completamente e que marcará todos.




9 comentários:

  1. Aaai, eu quero muito ler esse livro, parece ser muuito bom! Essa capa também é linda né? ahsuahsua
    Beijos!
    www.choqueliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oii, tudo bem?
    O livro parece ser muito bom, se minha lista de espera já não estivesse gigante iria colocar ele...
    Quem sabe logo mais :)
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá Irisvanda,
    A sinopse por si já é muito interessante! E pela sua resenha também, pode-se ver que é um livro memorável. Adoro tramas que envolvem algum trauma psicológico a ser superado e personagens intrigantes... Esse livro parece ser uma boa escolha para 2015!

    Beijos,
    http://misssorrisos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Iris!
    Apesar do tema pesado, você disse que a narrativa da autora é suave e fluída, por isso me animo a ler. Deve ser interessante acompanhar uma protagonista tão novinha mas que apresenta tanta maturidade, espero que ela encontre a sua porção de felicidade durante a história.
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  5. Olá!!
    Já ouvi coisas muito boas sobre esse livro e morro de curiosidade de ler, acho que o tema pode ser considerado pesado, mas tenho certeza que deve valer a pena ler.
    Abraços
    Melissa
    De Coisas por Aí

    ResponderExcluir
  6. Ei coisinha!
    Eu já conhecia essa obra e quando observei a capa fiquei totalmente surpreso com essa capa MARAVILHOSA (rs). Eu gostei bastante da premissa, e eu nunca li um livro com algo do exemplo de uma mãe querer assassinar a própria filha, achei bem estranho viu o.o Entre suas palavras, quando eu lia, fiquei com muita pena da protagonista e já estou curioso para saber o que vai rolar durante essa história, ainda não li ''O Sol é para todos'' mas NECESSITO MESMO DESSE LIVRO E ESSE AÍ PRINCIPALMENTE(rs). Espero que consiga logo adquirir esse exemplar u.u

    Beeeijos no core kk ;*

    ResponderExcluir
  7. Oi Iris, tudo bem?
    Menina sua resenha caiu como uma luva para mim! Comprei esse livro faz umas duas semanas em uma promoção do submarino. Ele estava por 10 reais e uma amiga me disse que era ótimo então comprei! Fico feliz em ler sua resenha e ver que você também gostou do livro, que pelo que li da sua resenha e da própria sinopse parece ser realmente muito bom!
    Estou louca que ele chegue aqui em casa para começar a ler logo e espero gostar dele tanto quanto você gostou, ou até mais...rsrsrsrs.
    Gosto de livros com lições de vida :).

    Beijão :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  8. Já li algumas resenhas sobre esse livro e todas falam tão bem. É uma premissa forte: tentativa de assassinato, mãe contra filhos.
    Mas devo confessar que meu interesse sempre acaba recaindo no livro citado "O sol é para todos". Tenho quase certeza que primeiro vou ler ele, para depois ler "Claros sinais de loucura".
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Irislinda! <3 Olha eu aqui! Desde que você falou para mim de "Claros sinais..." eu já tinha colocado na wishlist, mas depois dessa resenha super positiva, vou ter que subir esse livro de posição na lista para poder ler o quanto antes! Para a história que é a minha cara, pois eu sou como a Sarah, não tenho uma planta como melhor amigo, mas fico o tempo todo me perguntando quando irei ficar louca rs
    Parabéns pela resenha! Sucesso sempre, diva! Mil beijos <3

    www.bibliophiliarium.com

    ResponderExcluir

Arquivo do Blog

Visualizações