sábado, 18 de outubro de 2014

RESENHA | O Exorcista - William Peter Blatty

Olá olá!

Antes de começar a minha resenha, gostaria de me apresentar.

O meu nome é Míriam, tenho 20 anos e sou a nova colaboradora do Chuva e Livros!
Após os problemas que tive com o meu blog (sou dona do blog Prólogos e Epílogos), para o qual pretendo voltar rápidooooo, a Iris (sua linda!) me convidou para colaborar com ela aqui no blog e não aceitou um não como resposta. Então, aqui estou eu, super feliz com a proposta maravilhosa, pronta para resenhar um dos meus livros favoritos para vocês!

O livro do qual venho falar hoje é O Exorcista, de William Peter Blatty.
Todo o mundo conhece ou pelo menos já ouviu falar no filme, que é considerado um dos maiores filmes de terror de sempre. Então, como estamos em Outubro, o meu Halloween Mode está super ON e ando lendo alguns livrinhos com um tema bem creepy.

Querem saber o que achei? Vamos lá!



Título: O Exorcista
Título original: The Exorcist
Autor: William Peter Blatty
Editora: Galilivro

Sinopse: Publicado pela primeira vez em 1971, O Exorcista tornou-se não só um fenómeno literário como um dos livros mais assustadores e controversos alguma vez escritos. A história centra-se em Regan, a filha de doze anos de Chris MacNeil, uma ocupada actriz que reside em Washington D.C. A criança aparenta estar possuída por um demónio ancestral e cabe a dois padres a dura tarefa de o exorcizar, arriscando a sanidade e a própria vida. O Exorcista transcendeu as páginas escritas e saltou para o grande ecrã, onde se tornou uma referência incontornável do cinema. Mas se pensa que o filme é assustador, leia o livro. Até porque o filme nem chega a aflorar a ponta do iceberg! Propositadamente crua e profana, O Exorcista é uma obra com a capacidade de nos chocar, levando-nos a esquecer que "é apenas uma história".

Chris McNeil é uma atriz de sucesso que mora em Georgetown com a sua filhinha Regan.

Rags, como a mãe a apelida carinhosamente, sempre foi uma menina simpática, alegre e amorosa, mas no dia em que começa a brincar com um Ouija Board e faz amizade com um amigo imaginário, que Chris pensa que foi inventado para chamar a atenção, tudo muda e Chris faz de tudo para salvar a sua menina. Tudo. Até o impensável e inacreditável que pode até tirar a vida aos envolvidos.

Bom, eu adoro filmes de terror e esse tipo de coisas assim viradas para o sobrenatural, mas acreditam que esse livro me tirou o sono? Verdade! Por duas razões: ele é tão interessante que quase não conseguia parar de ler e, tão assustados que, quando finalmente conseguia fechá - lo, não conseguia dormir.

(Além da história, imaginem acordar no meio da noite e ver essa capa do vosso lado na mesa de cabeceira!)
É um livro super detalhado que, com certeza irá tirar o sono a muitos de vocês também!

Mesmo com todos os arrepios, ainda conseguimos sentir compaixão.
Sentimos compaixão por Chris, pois ela fica desesperada e devastada ao ver a sua menina naquele estado e imaginamos logo que deve ser uma dor enorme para uma mãe ver seus filhos sofrendo. Mas, também sentimos compaixão por Regan. A menina sabe que o que acontece com ela é real, mas ninguém acredita. E quando finalmente sua mãe a leva para hospitais e mais hospitais, ninguém sabia o que estava acontecendo. Ninguém sabe como fazer aquele inferno parar. Regan não pára de sofrer "nas mãos" do demônio que a possuiu.

Todas as personagens têm importância nesta história, mas devo confessar que achei o detetive Kinderman um pouco chato, mas compreendo a relevância que lhe é dada neste livro, pois é como se Blatty já estivesse a criar uma base para o livro Legion (que corresponde ao O Exorcista III - em filme).

Fiquei sabendo que existem rumores de que este livro é baseado num exorcismo verídico com o qual o escritor teve contato, o que me assustou ainda mais.

Já não é a primeira vez que leio O Exorcista e a minha opinião nunca muda. Excelente trabalho por parte de William Peter Blatty, que escreveu uma obra - prima e também por parte da editora, pela capa, diagramação... enfim, tudo. Está incrível em todos os detalhes!

E eu achando que o filme era assustador... 

Agora me contem, já leram? E que livros e filmes aconselham a ler/ver no espírito de Halloween?

Beijo!
E Iris, obrigada por me receber por aqui! <3


7 comentários:

  1. Ahhhh Dona Miriam vc está aqui! Fico feliz de ter te achado por aqui! Com certeza sua presença sera de grande ajuda para o Chuvas e Livros!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma alegria voltar ao "mundo dos blogs"! Logo logo prometo voltar para o meu bebê (e continuar por aqui também <3)!
      Beijo **

      Excluir
  2. Gostei muito da sua resenha, eu apenas assisti o filme nunca li o livro, mais fiquei com muita vontade de ler o livro. Eu gosto muito de filmes de terror e o livro então fiquei muito curiosa pra ler. Bjus e sucesso!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que tenha gostado da resenha! :)
      Recomendo o livro, sem dúvida alguma :D
      Beijo **

      Excluir
  3. Oi, Míriam!
    Preciso te agradecer. Eu estava procurando uma boa leitura de terror e me deparei exatamente com sua resenha, muito obrigado! Conseguiu me ganhar e o livro vai ser leitura certa.

    Beijo, Miguel.
    Parágrafos & Capítulos || @PrCapitulos

    ResponderExcluir
  4. Meu Deus, nao leio esse livro nem que me paguem! Vi um filme, quando era bem mais nova (que pais deixaram, cara??), e tive problemas para dormir por semanas. Ainda hj, qd tenho pesadelos, vejo a cara da menina neles... E imagine ter td isso com vc imaginando? Não... Sério hahaha! Mas ainda assim, admiro sua coragem, de nao ler somente uma vez! T.T
    Não sabia que havia mais de um livro, você vai resenhar tb? Fiquei curiosa! =D Aproveitar q alguem tem coragem de ler essas coisas hahaha

    http://www.way-2happiness.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá Miriam, tudo bem?
    Gostei da resenha, ela ficou bem simples e tive uma certa ideia do que esperar. Sempre tenho grande curiosidade para dar uma espiada no mundo do terror, mas eu sou muito medrosa! Muito mesmo, haha
    Assim que eu criar coragem, espero que "O Exorcista" seja um dos primeiros de terror MESMO. Aquele que não te deixa dormir!
    Até mais,
    Lie
    www.nossosmundos.com

    ResponderExcluir

Arquivo do Blog

Visualizações